Glasu!

Como preparar a parede para pintar | Glasu!

Parede descascada, à espera da preparação. Na frente está posicionada uma escada.

Você comprou tudo que precisava para pintar a parede: tinta, pincel, rolo, bandeja, e até preparou todo o ambiente para colocar a mão na massa. Mas na hora da pintura, você olhou para as superfícies e levou um susto: reparou em um mofo aqui, um estufamento ali…

Pois é! Esses problemas que quando são pequenos acabam passando batido pelo nosso olhar, terão que ser resolvidos antes da aplicação da tinta. Isso acontece porque a pintura é, na verdade, o último passo do processo, chamado de acabamento. Mas não se preocupe! Nesse texto vamos te explicar tudo o que você precisa saber para fazer a preparação da parede antes de receber a pintura e ter aquele resultado que dá gosto de ver!

Confira o passo a passo abaixo:

Passo 1: limpar a parede

O pó que se forma nas paredes no dia a dia, assim como algumas sujeiras que acabam aparecendo, são alguns impedimentos para que a parede fique bem preparada para receber uma boa pintura. Por isso, mesmo que a sua parede esteja em bom estado e pronta para receber a pintura é importante utilizar uma vassoura ou um pano levemente úmido, para retirar o excesso de pó e outras sujeiras que estejam na parede.

Passo 2: perceber as imperfeições e repará-las

Muitas pessoas não sabem que as paredes podem ter patologias — ou “adoecer”. Mas quando vemos fissuras, mofo ou estufamento nas superfícies, precisamos saber que esses problemas têm causa e solução. Se bem diagnosticados e resolvidos, é possível evitar qualquer dor de cabeça no futuro. Não ignore os sinais da sua parede! Pois se não tratados, eles reaparecem. E estamos aqui para te ajudar a descobrir quais são os problemas da parede e como solucioná-los:

Mofo: aquelas manchas escurecidas, que às vezes exalam odores e aparecem em ambientes úmidos têm nome: mofo. Ele também surge em ambientes com pouca iluminação. É que ambientes com pouca circulação de ar, úmidos e escuros facilitam a proliferação de fungos. Essas características somadas ao substrato da tinta são os principais ingredientes para formar essa patologia na parede.

Para tratar, use água sanitária (diluída na mesma proporção de água 1:1) e deixe na parede por 1h. Enxágue com água limpa e aguarde secar bem.

Parede com mancha de mofo.

Fissuras e buracos: as fissuras são rompimentos superficiais que não abalam a estrutura do ambiente — e normalmente têm aberturas inferiores a 0,5 mm. No geral, são aquelas rachaduras que quando olhamos não nos assustam.

Parede com fissura.

Entre as suas causas estão a retração do material por conta da variação de temperatura, uso de uma argamassa com espessura incorreta, o uso de uma camada muito grossa de massa corrida, tempo insuficiente para a secagem de tinta e até o uso de uma areia imprópria para construção.

Para tratar esta patologia é necessário raspar e remover partes soltas com uma espátula, limpar com um pano úmido e, depois de secar, nivelar a superfície usando Glasu! Massa Acrílica.

Calcinação ou parede descascando: sabe quando você toca a parede com a mão e a pintura solta facilmente, principalmente em forma de pó? Isso se chama calcinação. E esse processo ocorre quando a pintura é feita sobre uma superfície suja — por exemplo, quando a tinta foi passada sem tirar o pó. O desgaste da pintura pela ação do tempo também pode ser uma causa.

Parede descascando.

Para resolver o problema, é preciso remover todas as partes soltas — pode fazer isso usando uma espátula. Lixe e remova o pó da parede com um pano úmido.

Bolhas ou estufamento: quando você olha para a parede e vê que algumas partes estão “levantadas”, como se tivessem estufadas, não há dúvidas: são bolhas de ar. Elas podem causar o descascamento da pintura, e entre suas causas estão a umidade, poeira na superfície, reboco fraco, excesso de demãos de tinta e até a falta de limpeza após o lixamento da superfície.

Parede com bolhas.

Para resolver o problema, o passo a passo é igual o da calcinação: remover as partes soltas, lixar e remover o pó com um pano úmido.

Se a sua parede estiver com muitos desses problemas acima ou com falhas profundas, ainda tem solução, sim!Nosso time de profissionais experts no assunto recomenda que você corrija as imperfeições com argamassa e aguarde secar por 28 dias e então, siga para a próxima etapa. E se a coisa estiver muito feia, melhor contratar um profissional que vai saber resolver todos esses problemas com facilidade e deixar a sua parede perfeita.

Passo 3: usar um selador acrílico ou fundo para paredes

Depois que você fez os processos indicados para tratar cada patologia acima, limpar bem a superfície e retirar todo o pó, vem a aplicação do produto que irá ajudar a selar e deixar a parede pronta para receber a tinta. Para isso, você pode usar o Glasu! Selador Acrílico ou o fundo preparador de paredes. Mas cada um tem um momento certo para ser usado!

O que é o fundo preparador?

O fundo preparador tem como função aglutinar as partes da parede, gerando uma superfície muito mais lisa e uniforme, sem soltar nenhum pó. É como se você passasse uma cola na parede para unir qualquer partícula solta que esteja na superfície. Esse produtos potencializa a aderência da tinta na parede e melhora a cobertura e o rendimento do produto.

Quando aplicar o fundo preparador

Diferente do selador, mais indicado para paredes novas, o fundo é mais indicado para paredes antigas ou de repintura, que foram limpas e tiveram seus problemas resolvidos. Por ser mais aquoso, ele “entra” nos poros da parede, aglutinando e deixando o fundo firme.

Por sua consistência aquosa, recomendamos a aplicação com um rolo de lã alta, pressionando sem fazer força na parede.

O que é o selador acrílico?

Glasu! Selador

Sua parede é recém-rebocada, tipo novinha em folha? Então você precisará usar o Glasu! Selador Acrílico.Ele uniformiza a superfície e corrige a absorção de tinta na parede. Te explicamos: quando a parede é nova, ela puxa muito a tinta, gerando a necessidade de várias demãos e um gasto financeiro desnecessário. O selador é sinônimo de acabamento melhor, pintura com fixação prolongada e muita economia!

Como aplicar o Glasu! Selador Acrílico

O selador deve ser aplicado antes da primeira pintura, em paredes novas, ou em paredes reformadas que não estejam soltando grãos ou pó.Mas ele também precisa respeitar o tempo de cura do reboco, que é de aproximadamente 28 dias. Atenção: o reboco precisa estar firme!

Ele serve para ambientes internos e externos, ok?

Ufa! Depois de tanto trabalho, com certeza sua parede estará corrigida, sem nenhum problema e totalmente pronta para receber aquele acabamento final que deixará a decoração incrível!

Para dar o próximo passo na sua reforma, descubra como pintar uma parede.


Precisa de ajuda ?